Papo de blogueira: Pensando sobre a nova forma de blogar.

teoria criativa:

Quantos seguidores você tem? Quantas views seu blog têm por mês? Semanas? Meses? Você já ganha dinheiro? As pessoas já te reconhecem na rua? As marcas já mandam mimos pra você? Eai? Você já é badalada?

Talvez o post de hoje seja polêmico.Estou sumida porque nos últimos dias andei colocando vários pontos da minha vida na balança e isso diz respeito ao blog também. Eu amo isso aqui, tanto que tenho blog desde os 13 anos, o It Lounge completa um ano em 2016 e para mim é uma grande conquista. Adoro compartilhar informações, mas venho vendo e lendo muita coisa na internet, o último artigo que li foi esse da Michele e foi ele que me impulsionou a vir aqui  desabafar  escrever um pouco também.

Aqui no Maranhão temos vários blogs, eu não sabia, nem imaginava que o leque de possibilidades era tão grande. A galera por de trás das telas é enorme, tem muita gente bacana, com estilo, que tem tudo pra conquistar seu público. Mas venho me preocupando, não só com os daqui, mas de todo o país e mundo, que acham que criar um blog é sinônimo de fama  e reconhecimento. Tenho visto que muitos focam em quantidade.

Erika Palomino disse:

“Cada vez que você abre o Instagram, a crítica de moda se torna menos relevante. As resenhas e os textos publicados por veículos independentes, como os jornais, por exemplo, ou mesmo sites, perderam importância diante de meninas de sociedade que têm dinheiro para comprar tudo ou ganham e são pagas para vestir aquilo. Aí, é um festival de look do dia, de “olha minha sandalinha #nãoseioquê que estou usando hoje, gente”. E você olha o número de gente que segue essas pessoas, é gigantesco. Eu acho essa coisa do look do dia péssima, não sei. Tem essa “bloguerização” da moda. Gente, a pessoa vai lá, produz cinco looks, chama um fotógrafo profissional que faz fotos dela fingindo que está atravessando a rua, ela publica, e todo mundo diz: “Ai, que lindo, fulano, adorei!”. Fica tão pueril, infantil, adolescente, que eu acho uma loucura. E é uma mudança dos tempos. Eu sigo algumas blogueiras. Depois de um tempo, eu paro, porque canso. Tem algumas com quem eu simpatizo mais, outras menos. Acho que vão ficar as melhores, as mais legais.”

Tudo parece muito simples: crie um blog, ache um nicho, moda, poste um look do dia, faça parcerias com lojas, mostre marcas, vá em eventos, seja remunerada por isso, tenha muitos seguidores, seja popular.

Vejam bem, não estou generalizando, mas sinto falta de mais autenticidade em nossos blogs, há algum tempo atrás me vi postando nada além de looks do dia e essa não é minha proposta aqui no blog.

É importante entendermos que nossos blogs são reflexos de nós, desde a foto que você posta até a despedida no final de um post. Não estou criticando ninguém, porque até eu já cai nas armadilhas das mesmices de conteúdo, mas o que quero chamar a atenção aqui é que precisamos manter nossa individualidade. Pensando nisso, decidi reformular algumas coisas aqui no blog, como a relevância de conteúdos não relacionados à moda, frequência de posts e outras coisinhas. 

E vocês meninas do outro lado da tela? O que acham disso? Você tem blog? Qual o diferencial da sua ideia? 

Até o próximo post :*

7 thoughts on “Papo de blogueira: Pensando sobre a nova forma de blogar

  1. Tudo o que foi dito é muito importante e deve ser levado em consideração. Eu acho que é muito fácil ver uma blogueira “famosa” e querer aquilo, e querer ser igual a ela. Muitas vezes a gente se perde um pouquinho no meio de tudo isso, no meio de todas essas informações, acabamos nos esquecendo de quem nós somos e do que nós queremos passar com o nosso blog, que não é nada além de um pedacinho da gente que dividimos com todos os que nos acompanham.
    Adorei o post, fiquei bem feliz por ler e poder repensar.
    Bjo bjo

    • rilarytrautmann

      Oi flor! Que bom ter você por aqui!Verdade viu Marina? É muita informação, por isso é sempre bom separarmos referências e focarmos no que queremos passar, pretendo fazer um post futuramente sobre isso, muito obrigada pela visita querida. Volte sempre :*

  2. Oi Rilary,
    O mundo está cada vez mais visual e as coisas muito efêmeras, se o intuito dos blogs é ter publico e fazer reflexões sobre um tema tem de acompanhar essa tendencia de cada vez mais trabalhar com imagem. Acho muito triste isso.
    Eu acredito mt que as coisas só têm valor que damos a elas, acredite na sua intuição e faça o que vc acredita. Sucesso pra vc e pra o ItLouge. Inté e Axé!

    • rilarytrautmann

      Oi Renato! Muito obrigada! Concordo com você, como design gráfica eu adoro o visual, mas quando o assunto é blogs acho importante o conteúdo visual vir acompanhado por um bom conteúdo escrito. Obrigado pela visita e carinho, volte sempre!

  3. Valeria Castilgo

    Me parecem que ficam alienadas…que bom que vc está vendo mais que listas e babados…Vamos trocar mais discussões e Conteúdos relevantes, que transponham as muralhas do simples bloguear ..Parabéns pelo post!

  4. Valeria Castilho

    Me parecem que ficam alienadas…que bom que vc está vendo mais que listas e babados…É bem interessante trocar mais discussões e Conteúdos relevantes, que transponham as muralhas do simples bloguear ..Parabéns pelo post!

    • rilarytrautmann

      Obrigada Valeria! Vamos com toda a certeza! Que bom que gostou, volte sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>