De volta

versatil

Eu realmente pensei muito sobre isso tudo. ” Devo voltar?” ” Que tal me dedicar somente ao trabalho e aos estudos?” ” Talvez, depois” ” Mas será que fará diferença?”. Quem me acompanha sabe que desde cedo sempre mostrei meu interesse por expor minhas opiniões, por moda, por blogs. Aos 13 criei o primeiro, vários nomes, vários assuntos, muitas idas e vindas, reconhecimento e finalmente quando estava tendo o retorno do meu trabalho eu parei. Muitos foram os motivos, recebi mensagens ( ” Rilary, cadê o blog??”) lojas parceiras me procuraram, eu sempre dizia que ia voltar e aí me apressava, fazia compromissos e acabava não fazendo nada.

Eu sumi gente, ninguém mais me viu em eventos, em posts, em lojas, em looks do dia, porque eu realmente precisava parar. Precisei de um tempo pra encontrar minhas prioridades, meus pontos fortes, pra me reestruturar, tanto fisicamente quanto mentalmente. Eu nunca fui a favor de pausas, era daquelas que queria fazer já, agora, hoje, mas como diz minha mãe : ” A pressa é inimiga da perfeição.” E eu não queria entregar nada meia boca pra vocês, nem posts, nem fotos, nem dicas. Mudei minha opinião sobre pausas, elas são ótimas, porque existem momentos da vida em que chegamos ao ponto zero, a um lugar ou situação em que se você não parar pra colocar ordem na casa a bagunça só aumenta, foi aí, no meu ponto zero, que eu decidi dar uma pausa e só voltar quando eu achasse que enfim, estaria preparada pra fazer o que queria, como queria.

Na minha pausa, eu pensei sobre muita coisa, mudei muita coisa, o blog foi uma delas. Eu realmente pensei em não voltar, mas isso é algo que gosto de fazer e do qual não poderia me privar. Então cá estamos nós, de volta, com um novo nome. Versatilidades, porque não quero me limitar a falar sobre moda,  não vou prometer nada a vocês, tenho coisas em mente, mas vamos deixar para mais adiante.

Agora só quero agradecer, obrigada por passar por aqui, obrigada pelo carinho.

Obrigada a mim por me dar uma pausa e voltar, muito mais versátil. Muito mais eu mesma.

Com carinho, Rilary.

Mudanças no blog

bc2bd51a2493fda0b6c0ed4f289fe974

Oi amores! Que correria gente! Troquei de emprego e tive uma semana de férias para me organizar, aproveitei pra mudar algumas coisas aqui no blog e resolver questões de parceiros, eventos e etc. 

O tempo que passei off serviu  pra balancear muitas coisas, tanto no aspecto “eu” como no aspecto “blog”. A palavra da vez é: foco. Tinha muitos projetos e vários deles estavam guardados no fundo da gaveta que eu decidi abrir esse mês. Felizmente conheci pessoas que compartilham das mesmas ideias que eu e toparam me ajudar em vários deles. Nas mudanças estruturais aqui do blog, talvez a mais chamativa seja a logo do It, troquei a mandala por uma mais suave e sem tantos detalhes, além disso em preto e branco bem mais simples que a antiga. O back do blog mudou,mas continua branco porque prefiro esse visual mais clean.

Segunda mudança: as categorias. A categoria “Inspiração” foi alterada para ” Design” e a partir de agora vou atualiza-la com mais dicas de design gráfico, freebies, sites e inspirações.  A categoria “Blogs”  foi criada pra compartilhar dicas, posts e debates entre quem quer ser/ quer ter um blog. 

Lembrando que me comprometi a manter o blog sempre atualizado, serão pelo menos três ou quatro atualizações por semana.

É isso gente, até o próximo post. :*

Papo de blogueira: Pensando sobre a nova forma de blogar.

teoria criativa:

Quantos seguidores você tem? Quantas views seu blog têm por mês? Semanas? Meses? Você já ganha dinheiro? As pessoas já te reconhecem na rua? As marcas já mandam mimos pra você? Eai? Você já é badalada?

Talvez o post de hoje seja polêmico.Estou sumida porque nos últimos dias andei colocando vários pontos da minha vida na balança e isso diz respeito ao blog também. Eu amo isso aqui, tanto que tenho blog desde os 13 anos, o It Lounge completa um ano em 2016 e para mim é uma grande conquista. Adoro compartilhar informações, mas venho vendo e lendo muita coisa na internet, o último artigo que li foi esse da Michele e foi ele que me impulsionou a vir aqui  desabafar  escrever um pouco também.

Aqui no Maranhão temos vários blogs, eu não sabia, nem imaginava que o leque de possibilidades era tão grande. A galera por de trás das telas é enorme, tem muita gente bacana, com estilo, que tem tudo pra conquistar seu público. Mas venho me preocupando, não só com os daqui, mas de todo o país e mundo, que acham que criar um blog é sinônimo de fama  e reconhecimento. Tenho visto que muitos focam em quantidade.

Erika Palomino disse:

“Cada vez que você abre o Instagram, a crítica de moda se torna menos relevante. As resenhas e os textos publicados por veículos independentes, como os jornais, por exemplo, ou mesmo sites, perderam importância diante de meninas de sociedade que têm dinheiro para comprar tudo ou ganham e são pagas para vestir aquilo. Aí, é um festival de look do dia, de “olha minha sandalinha #nãoseioquê que estou usando hoje, gente”. E você olha o número de gente que segue essas pessoas, é gigantesco. Eu acho essa coisa do look do dia péssima, não sei. Tem essa “bloguerização” da moda. Gente, a pessoa vai lá, produz cinco looks, chama um fotógrafo profissional que faz fotos dela fingindo que está atravessando a rua, ela publica, e todo mundo diz: “Ai, que lindo, fulano, adorei!”. Fica tão pueril, infantil, adolescente, que eu acho uma loucura. E é uma mudança dos tempos. Eu sigo algumas blogueiras. Depois de um tempo, eu paro, porque canso. Tem algumas com quem eu simpatizo mais, outras menos. Acho que vão ficar as melhores, as mais legais.”

Tudo parece muito simples: crie um blog, ache um nicho, moda, poste um look do dia, faça parcerias com lojas, mostre marcas, vá em eventos, seja remunerada por isso, tenha muitos seguidores, seja popular.

Vejam bem, não estou generalizando, mas sinto falta de mais autenticidade em nossos blogs, há algum tempo atrás me vi postando nada além de looks do dia e essa não é minha proposta aqui no blog.

É importante entendermos que nossos blogs são reflexos de nós, desde a foto que você posta até a despedida no final de um post. Não estou criticando ninguém, porque até eu já cai nas armadilhas das mesmices de conteúdo, mas o que quero chamar a atenção aqui é que precisamos manter nossa individualidade. Pensando nisso, decidi reformular algumas coisas aqui no blog, como a relevância de conteúdos não relacionados à moda, frequência de posts e outras coisinhas. 

E vocês meninas do outro lado da tela? O que acham disso? Você tem blog? Qual o diferencial da sua ideia? 

Até o próximo post :*

Blogando : Domínio e Hospedagem

 

Todos os dias surgem blogs, sobre os mais variados assuntos e é normal se ter algumas dúvidas sobre começar, quais serviços escolher. O primeiro probleminha, geralmente é o nome (rs). Pensando nisso, decidi fazer esse post explicando um pouco mais sobre o domínio e a hospedagem, que são fundamentais quando se quer ter um blog.

 

 

Domínio

Afinal, o que é um domínio? Domínio, da forma mais simples possível, é o endereço do seu blog. Existem domínios nacionais ( os que terminam em .br) e os internacionais ( .com , .net , .org). Não é caro, geralmente é um valor pago anualmente, no meu caso, foram R$ 30,00 pelo domínio no prazo de um ano na antiga OpticalHost , que se dividiu e atualmente é Nuvem Hospedagem.

 

Hospedagem

Hospedagem já é outro ponto. É onde o seu blog “fica”. O host é responsável por hospedar seu site (literalmente) e manter ele disponível 24h/dia. Assim que eu criei o It Lounge, decidi que pagaria um domínio e hospedagem. Geralmente a hospedagem é paga mensalmente e existem pacotes, que contam por exemplo com o número de exibições diárias que seu site pode suportar ( isso depende do plano). Fui atrás de algumas referências e como falei lá em cima encontrei a OpticalHost. Depois que a empresa se dividiu , eu fiquei com a Nuvem Hospedagem , atualmente pago um valor de R$ 14,90 mensalmente, pra ter meu site hospedado com total segurança.

Não tem do que reclamar, além de contar com um suporte muito bom, eles são sempre muito atenciosos e o serviço é de ótima qualidade. Meu conselho é : pesquise muito, entenda sobre os serviços fornecidos e pesquise referências sobre as empresas que encontrar, confira se o suporte é bom , porque é muito importante que ele seja de qualidade e rápido. Eu indico muito a Nuvem Hospedagem , tudo o que eu sempre precisei , fui prontamente atendida, serviço de atendimento fantástico e de hospedagem também. Vale muito a pena.